Oficina Escrita Criativa

Imagem

Nesta quinta-feira, dia 14 de novembro, começa a Oficina Escrita criativa, que vai até dia 19 de dezembro, todas as quintas-feiras, das 14 horas às 16 horas, no Espaço de Vivência do Bloco Beta. A oficina faz parte do Projeto de Extensão Diversidades em Performances e tem como objetivo criar um ambiente acolhedor para estimular as pessoas a se expressarem através da escrita, porque todo mundo tem uma história para contar, com exercícios práticos de “brincar com as palavras”, em três eixos: descrição, narração e poética. Ao final do curso será emitido certificado de horas para os participantes. A oficina é gratuita e aberta ao público, é só chegar, participar e se divertir!

Oficina Escrita Criativa

Data: De 14 de novembro a 19 de dezembro, todas as quintas-feiras.

Horário: das 14 horas às 16 horas.

Local: Universidade Federal do ABC (UFABC) câmpus São Bernardo do Campo, Espaço de Vivência do Bloco Beta.

Endereço: Rua Arcturus, 03 – Jardim Antares – CEP: 09606-070 (Próximo ao supermercado Carrefour Vergueiro e ao Ginásio Poliesportivo Adib Moyses Dib).

Mais informações no blog: http://oficinaescritacriativaufabc.wordpress.com/

Anúncios

Diversidades em Performances

Diversidades em Performances é um projeto transdisciplinar que o grupo ABC das diversidades/ UFABC promove para criar um espaço de exposição das temáticas e de práticas culturais, artísticas e científicas. Busca reunir acadêmicos, artistas e ativistas em torno das questões das diversidades e discussões sobre cidadanias culturais na contemporaneidade com o objetivo de ressignificar práticas e valores culturais de memória e identidade.

Criamos um palco para problematizações das temáticas através das diversas linguagens acadêmicas e artísticas, sejam escritas, audiovisuais, orais, iconográficas, de modo a criar um ambiente propício para discussões de questões emergentes, englobando as representações que circulam nos meios onde estão inseridas.

Será possível realizar projetos políticos-científicos-artísticos-sociais que sejam capazes de ampliar os caminhos de interação entre os diversos agentes da sociedade?

Pretende-se fazer essa discussão por meio de práticas artísticas, culturais, políticas e debates teóricos correlatos. Buscamos a não hierarquização de saberes e a troca contínua entre as diversas formas de produção de conhecimento. Faz-se a crítica à realidade pós-moderna, abrangendo seu caráter de desdobramentos quanto a posturas céticas ou niilistas e até mesmo emancipatórias.

Uma publicação final será o resultado das atividades de pesquisa-extensão, para documentação posterior e material de análise a ser divulgado em bibliotecas públicas do Brasil, com cooperação de artigo dos especialistas participantes.