Direitos das mulheres: a ilusão da igualdade

Atualmente se tem a consciência da necessidade dos direitos das mulheres serem respeitados e, mais do que isso, assegurados pelo Estado. No Brasil,o exemplo mais conhecido é  a existência da lei 11.340, mais conhecida como Lei Maria da Penha, que prevê punições mais severas à agressões feitas a mulheres, sejam essas agressões físicas ou até mesmo verbais e psicológicas.
Não há como negar que ocorreram vários avanços durante a história que permitiram que as mulheres pudessem viver melhor e mais livremente, como por exemplo, a concessão do direito ao voto e o acesso à anticoncepcionais, porém ainda hoje se podem perceber  traços de todo uma ideologia extremamente machista enraizados na sociedade e em seus costumes.

UN_Women_Horizontal_English_Blue_TransparentBackgroundEm 2010, a Assembleia Geral das Nações Unidas criou a UN Women, uma entidade especial que trata de assuntos de igualdade de gênero e a qualificação das mulheres. Com esse intuito, a Organização promove diversas campanhas a fim de divulgar a causa e expor a emergência do debate acerca dos direitos das mulheres atualmente. Afinal, temos ou não os mesmos direitos que os homens? O mundo nos vê como pessoas fortes e independentes ou ainda como o “sexo frágil”?
A nova campanha da organização é surpreendente e preocupante ao mesmo tempo. Ela retrata pesquisas REAIS feitas no Google por usuários da internet no dia 09 de março deste ano. Pesquisas que provam como o machismo ainda predomina na atualidade, reproduzindo estereótipos e minimizando a importância da mulher na sociedade.

 serem disciplinadas

Mulheres precisam:
ser colocadas em seus lugares;
ser controladas;
ser disciplinadas

A sociedade, diferentemente do que muitos acreditam, não é igual, e essas pesquisas apenas confirmam a necessidade urgente de se continuar discutindo sobre o direito das mulheres pelo mundo.

Mulheres deveriam:  ficarem em casa serem escravas ficarem na cozinha não falarem na igreja

Mulheres deveriam:
ficar em casa;
ser escravas;
ficar na cozinha;
não falar na igreja

Assista o vídeo de divulgação:

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s